A dor da traição é de dificil superação

O quê sente uma persona traída? A dor da traição dói no profundo. Não no corpo, não no peito, não no coração, ou em outro órgão. Porém no espírito. Uma dor insuportável que provoca desorientação, perda de raciocínio, o sentimento de repudiação. Porque a traição não vem da pessoa que não conhecemos, porém daquele que anda ao nosso lado.

Não falo somente de traição conjugal. Há diversas formas de traição ( isso não é moderno): o fruto trai (1 Co 5.1), o irmão trai (Gn 27.19), a senhora trai (Jo 8.7), o camarada trai (Lc 22.48). Jesus foi iludido por um de seus discípulos. Um dos seus; um dos escolhidos para substituí-lo levando sua mensagem salvadora ao planeta; um que andava ao seu lado.

É lógico que Jesus diga: “Judas, com um beijo trais o Filho do homem??” Este não está abalado, porque este é Deus sabe tudo; conhece os corações. Aliás, sabia o que haveria de ocorrer com o propósito de se cumprisse a profecia. Porém, certamente, a dor que Jesus sente não é a da traição em si, porém de perda de um dos seus discípulos. Embora Jesus já soubesse tudo que aconteceria, deve ter-lhe doído a perda de um dos seus seguidores do mesmo modo que dói, em nós.

Como reagir perante a uma dor que pareçe que nunca vai acabar? Vizinhos, parentes, amigos, filhos, pastor. Com quem conversar num instante tão difícil? Talvez você não queira falar sobre alguma coisa tão íntima com alguém que deve julgar o outro.  A mágoa é uma consequência imediata; ódio rancor são sentimentos que você deve nutrir ou não. Só depende de você.

Amados, creio que o melhor a fazer é rezar. Deus é a persona com quem devemos conversar, solicitar direção para um instante tão doloroso. Deus é o seu amigo verdadeiro que não vai expor você. A TRAIÇÃO é o ÚNICO motivo abrigado pelo próprio Deus para o desunião do casal.

Porém, a resolução de desdar um relacionamento (seja este que for) não é para ser tomada sem uma reflexão. No caso da traição conjugal, é bastante essencial filosofar em tudo: há quanto tempo estão juntos; o que construíram; o que vem acontecendo em seu relacionamento para chegar a tal ponto de ocorrer uma traição. Apesar do respaldo oferecido por Deus caso houver traição, este não almeja a rescisão de sua família. A aprovação para se divorciar é somente um escape para uma dor que Deus sabe que nem a humanidade vão olvidar.

Porém devemos tentar. O perdão é alguma coisa tão maravilhosa que refrigera bastante mas a psique daquele que o libera do que a daquele que o recebe. Não faça inanidade sobre o que está mostrando na sua vida.  Busque conversar com aquele que lhe traiu porque foi o que jesus fez. Tudo o que aconteceu já estava determinado pelo Pai, Jesus sabia disso, porém falou com Judas com finalidade de que este soubesse que se ressentiu dele.

Paixão compreensão são os primordiais sentimentos que devemos ter em nosso coração escolhemos conversar para esclarecer as coisas. A paixão verdadeira é paciente, a paixão é altruísta. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. A paixão não se alegra com a desigualdade, porém se alegra com a verdade.